Reis
Santa Eugénia - 14

Home

Santa Eugénia - 14
Santa Eugénia - Hist.Completa
Santa Eugénia - 4
Professor M.A.Figueira
Santa Eugénia - 5
Santa Eugénia - 6
Santa Eugénia - 7
Santa Eugénia - 8
Santa Eugénia - 9
Santa Eugénia - 10
Santa Eugénia - 11
Santa Eugénia - 12
Santa Eugénia - 13
About Me - Acerca de Mim
J.N.Reis - Portão
Favorite Links
Contact Me
Santa Eugénia
Santa Eugénia - 1
Santa Eugénia - 2
Santa Eugénia - 3
Mais-Valia e Câmara
Small
Small - 1
Small - 2
Small - 3
Small - 4
 

Pequeno Resumo Acerca do historial de Santa Eugénia

Click Aqui para o ver completo

jnreis-b_portugal.gif-Viva Portugal

boasvindas.gif

poesia18.gif

 

 

 

casa2brasonadasantaeugenia_small.gif

cruzeiroesede-da-junta-de-santaeugenia_small.jpg

fonteromanasantaeugenia_small.gif

centrodiasantaeugenia_small.gifchafarizsantaeugenia_small.gif



Freguesia de Santa Eugénia
jnreis-santaeugenia1.gif


jnreis-santaeugenia.jpgOrago de Santa Eugénia

Actividades económicas: Agricultura, vitivinicultura, produção e transformação  de azeite, pequeno comércio e construção civil.

jnreis-castadouro_small.jpg-Vinho do Porto-Aqui poderia estar Add your logo here

jnris-descritivohistorico.gif -Historia SantaEugen

Festas e Romarias: Santa Bárbara - Penúltimo Domingo de Agosto -  Santa Eugénia  - Dia 11 de Setembro.
Património: Capela de Santa Barbara, do Cemitério e da Família Santos Melo - Seiscentistas - , Igreja Matriz - Setecentista (1624) - Cruzeiro, Casa da Família Malheiro e da Família Santos Melo, Associação Social, Fontanário Púbico (Chafariz), Fonte de Mergulho - Romana - , aqui denominada Fonte de Baixo, Fragas dos Mouros ?
Outros Locais: Rio Tinhela, Miradouro de Santa Barbara

capela.jpg

Gastronomia: Sarrabulho, fumeiro, queijo de cabra, presunto, Cozido -  à -  Portuguesa, nozes com mel e, de um modo geral, toda a cozinha Transmontana.
Artesanato: Outrora, era muito diversificado, hoje, porém, é mais escasso.

Para além do que ainda existe, havia soqueiros, Alfaiates, Barbeiros, cesteiros, Ferreiros e, chegou mesmo a existir uma escola de Artesanato e Labores Femininos, onde por exemplo a Dona Manuela Reis, fazia lindíssimos «Cristos» com Fósforos de madeira. Levei um para a Escola Preparatória Gomes Teixeira, no Porto, onde obteve o primeiro lugar numa exposição inter-turmas.

jnreis-artesanato.gif

  Ferraria, fiação de lã de ovelha, bordados, miniaturas em madeira e pinturas a óleo - com variadíssimas exposições da Artista Margarida Reis, são «Artes» ainda existentes.

 

Colectividades:

centrodiasantaeugenia_small.gif

  Associação Social e Cultural de Santa Eugénia e  Grupo Desportivo Cultural e Recreativo de Santa Eugénia.

Orago:

jnreis-santaeugenia.jpg

  Santa Eugénia

Feiras: Não Existem
Publicação na Internet:

editor1.gif-Direcção de JNReis- 

  Boletim Editorial de Santa Eugénia - Publicação Quinzenal

 

Junta de Freguesia:

Largo do Cruzeiro - 5070/411 Santa Eugénia

Telefone: 259646486

E-Mail: jfreg.steugenia.alj@clix.pt 

ZeReis0@sapo.pt  

 

Presidente:

jnreis-presidente.gif

Elias Martins Eiras.

Secretário:  

jnreis-secretario.gif

João Manuel Mateus Azevedo.

Tesoureiro: 

jnreis-tesoureiro.gif

António Manuel Gonçalves Gaspar.

Presidente da Assembleia de Freguesia:  

jnreis3_warte.gif

António José Martins da Cruz.

Funcionário Administrativo:

jnreis-funcionario.gif

  José Nogueira dos Reis.

Algumas Fotos de Santa Eugénia:

centrodiasantaeugenia_small.gif

Associação Social e Cultural

joséreis-assembleia.gifDo qual fez parte - em dois mandatos consecutivos - sua Excelência o Senhor Doutor António Alves Martinho, filho desta linda Aldeia.

jnreis-paçosconcelho.gifDo qual, é Vice-Presidente, acumulando com o pelouro das obras, sua Excelência o Senhor Professor Manuel Adérito Figueira, filho desta linda Freguesia.

fonteromanasantaeugenia_small.gif

Fonte Romana

igreja-intsantaeugenia_small.jpgIgreja Matriz - Construída em pleno reinado «Filipino» - 1624

jnreis-castadouro_small.jpg-Vinho do Porto-Uma das Uvas que entram na laboração de vinho do Porto

Reiking.jpg+ Reikingo.jpg= REIS

ductilidadereis.gif - O JReis é ductil e  loquaz .Símbolo da minha Ductilidade e Loquacidade

jnreis-_mapa_freg_santa_eugenia_cmp.gif

Mapa de Santa Eugénia

Cruzeiro - Pelourinho - e sede da Junta de Freguesia

Grupo Desportivo Cultural e Recreativo

Sede, massagem, oragoSanfins,Livro,Pel.Alijó

casa2brasonadasantaeugenia_small.gifCasa - Brasonada - da Família «Malheiro». Hoje Propriedade da Junta de Freguesia

JNReis, Campo de Futebol e Aldeia de Santa Eugénia

Chão da Portela - Zona Agrícola

 "Chão da Portela e Mapa de StªEugénia

Sociedade Agrícola

Santa Eugénia-Campo e Soc.Agrícola

jnreis-meusogro.gifCasa da Família Santos Melo

Quinta do Reconco

Turismo, P.S. e mapa de STªEugénia

Túmulo? das Fragas dos Mouros?

chafarizsantaeugenia_small.gifChafariz - Fontanário Público

Cristo-Rei

Câmara,Assin.P.Vist.Dúctil | Cristo-Rei

JNReis - Sentado no Paredão da Capela de Santa Barbara

Vinhos

Espiritual,Email e Rótulo

 

 

 

jnreis-capelasantaeugenia_small.jpg

Capela de Santa Bárbara

 

Endereços na Web:

visite.gif

 http://JuntadeFreguesia.tripod.com 

http://juntafrsantaeugenia.tripod.com 

http://jnreis0.tripod.com 

http://jnreis1.tripod.com 

http://jnreis10.tripod.com 

http://reisvila-real.tripod.com  

 

 

Por:

José Nogueira dos Reis

Obrigado pelo tempo despendido na sua visita

Sobre o historial de StªEugénia, preocupo-me em nunca perder de vista os princípios programáticos como horizonte de referência. Daí que o texto elaborado se procure aproximar, quanto possível, dos referidos princípios, o que não supõe, necessariamente uma submissão .

Há no programa que a mim próprio propus, pressupostos implícitos e explícitos dos quais destaco os seguintes:

1-         O reconhecimento da importância da origem da povoação na sua história actual;

2-         O reconhecimento da minha preocupação  primordial pelo viver da pessoa humana;

3-         O reconhecimento da importância daquilo a que costumo chamar de ciências auxiliares da história, no desenvolvimento da pessoa humana;

4-          A minha proposta de uma abordagem hermenêutica, interpretativa, que julgo facilitará, facultará, o recurso a um significado oculto traduzível noutra linguagem, melhor, noutra ou noutras interpretações, buscas, melhoramentos, novas descobertas, etc.

A interpretação , é precisamente, uma busca de significado e distingue-se do conceito de explicação que é, nas ciências a procura de causas. Ler uma obra, é Tomá-la como um acontecimento significativo. Fazê-la emergir na sua verdadeira natureza e integridade. A tarefa hermenêutica, consiste na clarificação da obra, através do desenrolar interno do seu significado e na relação de cada uma das partes entre si, como um todo e, mais amplamente, com o espirito da época.

Daí, a necessidade de compreender a obra na sua relação com a visão do antes e com a visão total da época. É nesta dinâmica que consiste o circulo hermenêutico. Neste meu modesto trabalho procurei fazer um pouco disso tudo ao mesmo tempo, isto é: Ao mesmo tempo que consultava e lia obras de vários autores, tentando aplicar-lhe o atrás descrito, fazia, escrevia  praticamente em simultâneo, esta pequena obra, tentando fornecer ao leitor, não só o contexto épocal, mas também, quanto possível, uma visão panorâmica da totalidade do meu pensar, em relação à origem, desenrolar e actualidade, da nossa mui nobre e querida «parvónia».

Que Santa Barbara me guie nessa tarefa e guarde todos os Santagenenses de nascimento e ou opção. Pois, o que hoje somos, é fruto de uma «michelândia»   de povos e culturas que muito nos enriqueceu. É, provavelmente por isso, que nós somos como o mel; somos uma especiaria elaborada a partir de uma infinidade de pólens , sabores e plantas.

Julgo também, ser oportuno referir, porque se me afigura legitimo, que a leitura das obras, sua interpretação e comentários, só são viáveis «se o aluno for instruído nos processos, problemas e doutrinas históricas, psicológicas e até filosóficas, que alimentam o discurso do autor. Pretendo referir com isto, que a precariedade do meu saber leva-me muitas vezes a lacunas e ou vazios, impeditivos para mim, de vos apresentar um trabalho que, senão mais profícuo, concerteza, mais científico. Peço por isso humildemente desculpa.

Para além da eventual resistência que um texto de história,  mais ou menos difícil, pode criar no leitor ( resistência que em mim é infinitamente alargada), há que ter em conta que no caso particular da história de StªEugénia, os textos ( escritos ou falados) que na maior parte das vezes encontramos, achamos, encontram-se repletos de interpretações em que a mistura do cientifico se encontra envolvida num emaranhado de interpretações, dizeres, alusões, «à-partes», lendas e mitos, em que o que os separa é tão ténue, que ainda dificulta grandemente essa original problemática.

Nesta óptica, abordei o historial de Santa Eugénia, como pressuposto fundamental para a compreensão do essencial ao longo dos tempos. É minha convicção  que este não é o horizonte final, o que implica a exigência de uma abordagem da nossa história, que englobe campos como: arqueologia, gastronomia, folclore, antropologia e outros, para os quais, não estou particularmente preparado, informado, e, muito menos, certificado.

Considerando ao menos que eu tenha conhecimento que, pela primeira vez, há a preocupação de elaborar, numa visão -  mais ou menos de totalidade a história de Santa Eugénia, foi apenas e só, minha preocupação contribuir para que outros dispusessem de um ponto de partida quiçá mais capazes para um trabalho mais completo e meritório, aguçando-lhe ao mesmo tempo, o apetite para o devorar e ou ultrapassar. Pois, não obstante o meu empenhamento na elaboração deste trabalho, tenho a convicção profunda, de que ele é susceptível de melhoramento e, consequentemente competirá a outros mais capazes, formados, por exemplo em história e ou sociologia e outros destinatários, com capacidade para tal, proporem criticas fundamentadas e sugestões no sentido de novas e diferentes abordagens, novas propostas de trabalho e novos horizontes de análise. Mais satisfeito ficaria ainda, se fossem até um pouco mais longe que o atrás referido, elaborando uma nova obra de raiz. Estarei ao dispor, para fornecer o pouco conhecimento que adquiri, na feitura deste.

Até lá, com a graça do senhor, um muito obrigado a todos, do sempre ao vosso dispor

José Nogueira dos Reis.

 

Não resisto à tentação de inserir este Link  Home para outro meu site

Publicite nos meus Sites

Comentários a este historial

1- Escreva o que quiser.2- Seleccione.  3- Copie. 4- Click na foto E-mail ou Aqui

5- Cole onde escreveria uma mensagem. 6- Envie.

Comentários a outro tema

Data / /
Assinatura


image001.gif